Curso de Introdução aos Grupos Balint – Um Olhar da Grupanálise

5 Jul, 2019
Curso de Introdução aos Grupos Balint – Um Olhar da Grupanálise

No dia 13 de novembro, decorrerá o Curso de Introdução aos Grupos Balint, das 17h00 às 21h00 na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa.

O curso é da autoria da Dr.ª Isaura Neto, Presidente da nossa Sociedade, membro titular didata da SPGPAG, Grupanalista, Supervisora e Médica Psiquiatra,  do Dr. Nuno Florêncio, Médico de Medicina Geral e Familiar e membro da SPGPAG, e do Dr. Jorge Brandão, Médico de Medicina Geral e Familiar, membro da Associação Portuguesa de Grupos Balint e vice-presidente da International Balint Federation. 

“Este Curso de Introdução tem como objetivos permitir conhecer e experienciar os Grupos Balint, nomeadamente a sua teoria e técnica e a sua compreensão pelo olhar da Grupanálise. Procuramos dar continuidade à tradição recente mas muito participada nos Congressos da SPGPAG de divulgação e formação sobre trabalho com grupos, como sucedeu anteriormente nos workshops sobre os grupos multifamiliares e coaching grupanalítico.Estes grupos e a sua metodologia foram fundados por Michael Balint, psiquiatra e psicanalista da Clínica Tavistock, que organizou em Londres “seminários de discussão de casos” com médicos generalistas, entre os anos quarenta e setenta, e que deram origem a novos paradigmas de atuação face a dificuldades sentidas no relacionamento com os seus doentes.Os profissionais de saúde, nomeadamente em saúde mental e psicossomática, necessitam de treino na abordagem dos sintomas, vivências e emoções que os doentes transmitem na consulta. É fundamental também que aprendam a reconhecer o impacto que estes aspetos têm nos próprios técnicos, evitando que se acionem estratégias defensivas que possam comprometer a capacidade de empatia e de estabelecer uma relação terapêutica.O grupo Balint tem como objetivos fundamentais a reflexão e treino sobre a relação com os doentes, a partir da discussão aberta dum relato de um caso clínico. Nestes grupos, procura-se aprofundar a compreensão do sofrimento dos doentes, os seus padrões relacionais e ultrapassar lacunas formativas dos profissionais de saúde, através das novas perspetivas que surgem no grupo. Os únicos pré-requisitos para participar são estar disposto a apresentar um caso que o técnico sinta dificuldade em lidar e preservar regras fundamentais: livre comunicação, não intrusividade e confidencialidade sobre os assuntos discutidos.A Grupanálise, sinteticamente e numa perspetiva abrangente, é um método de utilizar os grupos para compreender o funcionamento individual, o impacto dos grupos sobre o indivíduo e de cada indivíduo sobre os grupos em que se insere, estimulando a capacidade e liberdade de pensamento. É utilizada em vários contextos e com objetivos específicos. É essencialmente um modelo de tratamento e investigação do funcionamento mental e da psicopatologia, mas também tem sido desenvolvida em várias aplicações com objetivos que não são primariamente terapêuticos. É o caso da sua contribuição para a estruturação dos Grupos Balint, com um claro objetivo de aprendizagem sem benefícios terapêuticos diretos, mas com potenciais benefícios terapêuticos indiretos. A Grupanálise tem, pois, potencialidades de estimulação da aprendizagem e de transformação pessoal. Aprende-se a tão difícil atitude de estar em e respeitar o grupo sem perder a individualidade.Deste modo, propomos os desafios de compreender os fenómenos que ocorrem nos Grupos Balint, através do olhar da Grupanálise: de que modo o caso apresentado toca cada elemento do grupo? Que fenómenos se sucedem no processo grupal? Que impacto tem a discussão do caso na pessoa que o apresenta? Como pode o facilitador estimular o processo do grupo e o treino de empatia dos membros do grupo na relação com os doentes?”

Isaura Manso Neto, Jorge Brandão e Nuno Florêncio

Nota curricular dos Formadores:

 – Isaura Manso Neto – Médica Psiquiatra. Membro titular supervisor, didata e atual Presidente da SPGPAG. Full Member da GASi, delegada da SPGPAG na Secção de grupos da EFPP, membro da Sociedade Portuguesa de Psicanálise, membro fundador da PsiRelacional e da International Society of Neuro Psychoanalysis. Foi Chefe de Serviço de Psiquiatria no Hospital de Santa Maria e chefe de equipa do Hospital de Dia onde introduziu em Portugal os Grupo de Psicoterapia Analítica Multifamiliar. Continua a colaborar no Serviço Nacional de Saúde, supervisando técnicos e equipas. Mantém actividade privada de Psicoterapia Analítica individual, de Grupo, Psicanálise e Grupanálise, bem com supervisão de equipas, psicólogos e psiquiatras. Tem feito várias comunicações em congressos e publicações em livros e revistas científicas, nomeadamente sobre formação em Psiquiatria, Psicoterapia e Grupanálise, importância da Grupanálise e Psicoterapia Analítica individual e de grupo na investigação e tratamento do sofrimento mental e psicossomático.

Jorge Brandão – Médico de Família. Trabalhou na UCSP Amadora e foi Presidente do Conselho Clínico e de Saúde do ACES Amadora. Está aposentado da Função Pública desde 2018. Exerce funções clínicas em contexto privado e convencionado. Integração em Grupo Balint em 1984. Facilitador de Grupos Balint desde os anos 90. Membro fundador da Associação Portuguesa de Grupos Balint (APGB), da qual foi Presidente. Vice-presidenta da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar. Vice-presidente da Federação Internacional Balint

 Nuno Florêncio – Médico de Família. Sócio candidato da SPGPAG e da APGB, foi membro de Grupo Balint. Formação Avançada em Saúde Mental pela Universidade Católica. Coordenador do Grupo de Estudos de Saúde Mental da APMGF. Trabalha na USF Gerações em Benfica, da qual atualmente é Coordenador, e na Clínica da Amadora – Hospital da Luz.Jorge Brandão e Nuno Florêncio são formadores sobre Grupos Balint nos cursos do Internato de Medicina Geral e Familiar, da ARS de Lisboa e Vale do Tejo, desde 2014. Na sua prática clínica e nas comunicações e publicações científicas, têm focado a importância da formação em saúde mental, intervenção precoce, compreensão da patologia psicossomática e prevenção do burnout nos profissionais de saúde. 

Programa:

17h00 – 17h30 – Introdução aos Grupos Balint: teoria e técnica           

Oradores: Jorge Brandão e Nuno Florêncio

17h30 – 18h45 – Grupo experiencial           

Facilitadores: Jorge Brandão, Nuno Florêncio

18h45 – 19h05 – Coffee-break

19h05 – 19h35 – Grupos Balint: o olhar da Grupanálise           

Oradores: Isaura Manso Neto, Nuno Florêncio

19h35 – 20h50 – Grupo experiencial       

Facilitadores: Isaura Manso Neto, Jorge Brandão

20h50 – 21h00 – Reflexões finais

Este curso de formação é certificado pela DGERT sendo emitido um certificado de participação no final.

Inscrição no Curso aqui:
https://docs.google.com/forms/d/1bZpcf8nOb-se4SvCTJgUw4jIJbCPEDNemoti-QD0wK8/edit?ts=5ce00943

Inscrição no Encontro Luso-brasileiro e Congresso aqui:
https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLScYCFKveLyzKNZMthP0iYzgcImb3DNnJpMIDw5nlfYi8sd4xA/viewform

Contamos com a sua presença e partilha da experiência clínica e conceptual  que nos vão certamente ajudar a entender este “estado da arte”.
Bem-vindos!