Obituário – Dr. Guilherme Ferreira

17 Fev, 2020

(27 de Março de 1937 – 30 de Janeiro de 2020)

No passado dia 30 de Janeiro de 2020, faleceu o Dr. Guilherme Ferreira em sua residência devido a complicações médicas resultantes de doença prolongada.

Ele foi um dos mais prestigiados e conceituados Grupanalistas da primeira geração da nossa Sociedade Portuguesa de Grupanálise, para a qual o Dr. Guilherme Ferreira era uma referência exemplar, assim como, uma Pessoa plena de bonomia e otimismo,  de uma afabilidade e uma modéstia inigualáveis e possuidor de uma inteligência superior e de um saber enciclopédico apoiada numa memória prodigiosa! Era um colega sempre bem-humorado e de uma fina graça. Ele era uma das memórias vivas da nossa Sociedade! Todos nós perdemos um Grande Homem e Colega!

Curso e Licenciatura:

Licenciou-se em Medicina pela Faculdade de Medicina de Lisboa, no ano de 1962, após ter realizado uma Dissertação de Licenciatura intitulada: “A flutuação do sociograma num grupo de psicoterapia durante seis meses” aprovada com dezanove (19) valores e uma classificação final de dezassete (17) valores.

Carreira Médica:

Fez o seu Internato Geral no Hospital de Santa Maria, (1961-1964).

Seguindo o Internato Complementar de Psiquiatria no Hospital de Santa Maria e Hospital de Júlio de Matos, entre os anos de 1964 e 1967.

Ficou classificado em primeiro lugar no Concurso para Assistente de Psiquiatria do Instituto de Assistência Psiquiátrica e tomou lugar no Dispensário Central deste mesmo Instituto de Assistência Psiquiátrica.

Ingressou, depois, no Hospital Miguel Bombarda, como Médico Assistente de Psiquiatria, a partir do ano de 1978 e foi Chefe de Serviço até o ano de 2002, (Ano da sua Jubilação).

Foi Chefe da Equipa Assistencial de Sintra – Montijo 1978-1987 e, depois, da de Sintra – Cascais (1983-1999), seguindo-se Diretor (1987-1998) e Diretor Clínico /1989-1997) do Hospital Miguel Bombarda.

Atividades de Ensino:

Foi Diretor do Internato Médico do Hospital Miguel Bombarda (1990 e 1996).

Entre 1966 e 1972, foi Assistente livre de Psiquiatria da Faculdade de Medicina de Lisboa, encarregado do ensino de aulas práticas naquela cadeira.

Entre 1972 e 1975, foi Assistente de Psiquiatria da Faculdade de Ciências Médicas inicialmente ligada aos H.C.L., onde deu aulas práticas e teóricas.

Desde 1976, foi Assistente e, depois, Professor Auxiliar Convidado do Instituto Superior de Psicologia Aplicada, (ISPA) aonde teve a seu cargo as cadeiras de “Grupanálise” (da licenciatura em Psicologia Clínica), “Saúde Mental Comunitária” (da licenciatura em Desenvolvimento Comunitário e Saúde Mental), “Saúde Mental” (do mestrado em Psicologia e Psicopatologia Clínica) e “Teorias analíticas no grupo” e “Modelos analíticos de avaliação e intervenção em grupos” (do Mestrado integrado de Psicologia Clínica).

Entre 1997 e 2008, foi Professor Auxiliar Convidado da Universidade Moderna (UM), onde lecionou as cadeiras de “Antropopatologia” e “Intervenção psicológica em grupos” do Curso de Psicopedagogia Curativa.

Formação e Atividades em Grupanálise

Entre 1963 e 1970, ele desenvolveu a sua Grupanálise pessoal com o Prof. E. L. Cortesão. Foi supervisionado pelo Dr. Fernando Medina e o Dr. João de Azevedo e Silva, e frequentou o Curso de Formação da então Secção de Grupanálise da Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria.

Em 1971, já era Membro Associado da referida Secção e no ano de 1973, ele ascendeu à categoria de Membro Titular e Didático daquela Secção depois Sociedade Portuguesa de Grupanálise.

Desde o ano de 1981 que era “full member” da Sociedade Britânica de Grupanálise (Group-Analytic Society – London).

Membro da Comissão Organizadora do Iº Simpósio Europeu de Grupanálise, (1970).

Presidente dos seguintes Congressos: Iº Congresso Nacional de Grupanálise, IIº Congresso Nacional de Grupanálise e IIº Congresso Luso-Brasileiro de Grupanálise e Psicoterapia Analítica de Grupo

Presidente da Sociedade Portuguesa de Grupanálise de 1983 a 1995.

Presidente da Comissão Científica do XVI Symposium Europeu de Grupanálise, que se realizou em Lisboa, em 2014.

Participou sempre nos Cursos de Formação da SPGPAG e nas Comissões Científicas dos Congressos Nacionais e dos Encontros Luso-Brasileiros, a que assistia e em que participava activamente.

Associações Científicas de que fez parte:

1. Membro titular e didáticoda Sociedade Portuguesa de Grupanálise e seu Presidente entre 1983 e 1995.

2. Full member da Group Analytic Society (London).

3. Membro da Sociedade Internacional de Psicoterapia de Grupo, e foi membro da Comissão de Diretores entre 1977-1986 e 1995-2003.

4. Membro da Associação Americana de Psicoterapia de Grupo (AGPA), podendo nomeadamente, exercer estas terapêuticas nos E.U.A. e Canadá.

5. Sócio da Associação Psicanalítica de Psicoterapia, de que é Presidente da Direção desde 2007.

6. Associação Mundial de Psiquiatria Dinâmica, de cujo Comité de Governo faz parte, sendo seu representante em Portugal.

7. Fellow da World Association for Social Psychiatry de que foi Presidente entre 1988 e 1992; atualmente, era membro do seu “Board of Trustres”, de que foi Presidente entre 1992 e 1996.

8. “Fellow” da Associação Mediterrânica de Sociopsiquiatria, de que é atualmente Presidente (desde 2002).

9. Sociedade Portuguesa de Psiquiatria Social, de que foi Presidente entre 1971 e 1983 e de que é, desde então, é Presidente Honorário Vitalício.

10. Associação Psiquiátrica Mundial, de que é membro individual.

11. Associado da Associação Americana de Psiquiatria.

12. Associação Portuguesa de Psiquiatria, de que foi Presidente da Assembleia-geral entre 1991 e 1996.

13. Sociedade Portuguesa de Psiquiatria e Saúde Mental (herdeira da Classe de Psiquiatria da Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria) de cuja Direção fez parte entre 1972 e 1975.

14. Liga Portuguesa de Higiene Mental.

15. Sociedade Portuguesa de Saúde Mental.

16. Sociedade Portuguesa de Reabilitação psicossocial (Ramo da Sociedade Mundial de Psiquiatria Social). Presidente do Conselho Fiscal entre 1994 e 1997 e 2006 e 2009 e Presidente da Assembleia-Geral entre 2000 e 2006.

17. Sociedade Portuguesa de Epidemiologia.

18. Sociedade Portuguesa de Epidemiologia Psiquiátrica, de cujo Conselho Fiscal foi Presidente entre 1988 e 1991.

19. New York Academy of Sciences.

20. London Diplomatic Academy.

21. Member ofStanding Committee of Presidents of International non Governmental Organizations Concerned with Mental Health Issues” (1990-1993).

22. Conselheiro Temporário da OMS em assuntos ligados à Formação Psiquiátrica e em Saúde Mental e Organização dos Serviços de Saúde Mental na Roménia e nos Países Africanos de origem oficial portuguesa.

23. 1º Presidente do Associação Portuguesa de Psicanálise Relacional (2006-2012) e seu Membro Honorário e Fundador e ultimamente desempenhava as funções de Presidente do Conselho Fiscal.

Congressos e Encontros Científicos

Ele participou em cerca duma centena de conferências e encontros, nacionais e internacionais, em grande maioria dos quais apresentou comunicações e organizou ou presidiu a “symposia”, seminários e sessões de comunicações livres.

Presidente dos seguintes Congressos: Iº Congresso Nacional de Grupanálise, IIº Congresso Nacional de Grupanálise e IIº Congresso Luso-Brasileiro de Grupanálise e Psicoterapia Analítica de Grupo // VIIº Mundial de Psiquiatria Social, que teve lugar em Lisboa // Extensão Asiática do VIIIº Mundial de Psiquiatria Social, que teve lugar em Macau // Iº Congresso Nacional de Psiquiatria Social // 2º, 3º e 4º Encontros Portugueses de Psiquiatria.

Membro da Comissão Organizadora do Iº Simpósio Europeu de Grupanálise (1970)

Presidente ou membro da Comissão Científica ou de Conselhos Internacionais de cerca de quinze (15) outros Congressos.

Vice-Presidente da Comissão de Honra do XX Congresso Mundial de Psiquiatria Social, realizado em Lisboa, em 2013.

Presidente da Comissão Científica do XVI Symposium Europeu de Grupanálise, que se realizou em Lisboa, em 2014.

Louvores e distinção recebidas:

1. Doutor em Ciências (Honorário) pela Universidade Giuseppe Scicluna, La Valeta, Malta (1989).

2. Recebeu o Prémio Leónidas Finiffes, instituído pela Fundação Pierides, Lanarca, Chipre, pelo seu trabalho no campo da Psiquiatria Social (1981)

3. Recebeu uma placa, em 1992, pelo seu trabalho como Presidente da Sociedade Portuguesa de Psiquiatria Social

4. Foi distinguido, sucessivamente, com 3 placas ou medalhas pela sua Acão na organização do XI Congresso Mundial de Psiquiatria Social, que teve lugar no Rio de Janeiro, em 1986, e nos XIV e XV Congressos internacionais de Psicoterapia de Grupo, que tiveram lugar, respetivamente, em Jerusalém e Istambul, em 2001 e 2003

5. A 15 de Fevereiro de 2002, no dia da sua última aula no Curso de Internato Médico, o Conselho de Administração do Hospital Miguel Bombarda louvou-o e atribui-lhe uma placa comemorativa do invento, em que consta, como fundamento daquela decisão e como símbolo de apreciação e reconhecimento do Hospital Miguel Bombarda do excecional contributo dado.

6. Em 2004, o Governo Português, através do Ministério da Saúde, louvou-o atribuindo-lhe a medalha de ouro de Serviços Distintos pela sua ação no campo da Saúde Mental, depois de sua jubilação.

Livros e trabalhos publicados:

  1. Co-autor do Livro “Social Psychiatry and World Accords” (Ed.) Masserman, J. H. and Masserman, C. – Masserman Foundation, library of Congress. In: Publication Data, Chicago, 1992.

2. Apresentou cerca de 300 comunicações em Congressos, Encontros, Conferências, seminários, “workshops” e cursos sobre Psiquiatria, Psicoterapia e assuntos conexos e, particularmente:

a. Grupanálise e Psicoterapia de Grupo.

b. Psiquiatria geral e História da Psiquiatria.  

c. Psiquiatria Social e Comunitária e Reabilitação psicossocial.

d. Treino e formação em Psiquiatria.

3. Foi membro da Comissão Editorial das seguintes revistas científicas:

     _ International Journal of Social Psychiatry

      _ Mediterranean Journal of Social Psychiatry

      _ Psicopatologia (revista ligada à cadeira de Psiquiatria da Universidade Complutense de Madrid)

      _ Análise Psicológica

     _ Grupanálise

     _ Jornal dos Internos do Hospital Miguel Bombarda

4. Foi igualmente Diretor das duas últimas revistas mencionadas

5. Publicou ainda os seguintes artigos:

     1. 1961 – “Flutuações do sociograma em psicoterapia grupanalítica durante seis meses” em Anais Portugueses de Psiquiatria, Vol. XIII, (13), Dez.-1961, pp. 98-130.

    2. 1968 (com J.C. dias Cordeiro) – “A evolução do sociograma em dois grupos de psicoterapia. Confirmação experimental de alguns dados de teoria grupanalítica” – Anais Portugueses de Psiquiatria, Vol. XX, (17), Dez.-1968, pp. 9-36.

   3. 1969 a) “Génese e evolução da psicoterapia de Grupo – “A Grupanálise e as outras psicoterapias de grupo”. In: Jornal do Médico, Vol. LXVII, Abril-1969, pp.1050-56.

   4. 1969 b) “Grupo Comunitário em Hospital de dia”: In: Jornal do Médico, Vol. LXIX, Maio-1969, pp. 371-26.

   5. 1969 c) – “Papel da dinâmica de Grupos na Assistência Psiquiátrica”. In: Anais Portugueses de Psiquiatria, Vol. XXI, (18), Dez.-1969, pp. 182-91.

   6. 1970 a) “Relatório das Actividades da Secção Grupanálise da Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria do triénio 1963-65”. In: Boletim da Secção do S.P.N.P., Nº2, Maio-1970, pp.7-28.

   7. 1970 b) “Relatório das Actividades da Secção de Grupanálise da Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria durante o Triénio 1965-68”. In: Boletim da Secção de Grupanálise do S.P.N.P., Nº3, Jun.-1970, pp. 5-31.

   8. 1970 c) “Survey in Group Psychotherapy in Portugal”. In: Group Analysis, Vol. II (2), pp. 126-8.

   9. 1971 a) “Communication and Transference during the earlier steps of the Group- Analytic Group”. In: Group Analysis, Vol. IV (1), pp. 24-30.

   10. 1971 b) “Relatório das actividades da Secção de Psiquiatria Social da Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria durante o Triénio 1969-71” in Boletim da Secção de Psiquiatria Social do S.P.N.P., Nº 3, Out. 1971, pp.4-27.

   11. 1972 a) (em col. Com Margarida de Melo) – “Psiquiatria Comunitária na evolução histórica da Psiquiatria”. In: Saúde Mental Abr.-Jun.-1972, pp. 63-74

   12. 1972 b) ”O funcionamento duma equipa: experiência pessoal”. In: Saúde Mental, Abr.-Jun.-1972, pp. 75-92.

   13. 1972 c) “Perspectivas actuais da Psiquiatria Social: Análise da Psiquiatria Portuguesa. A formação de técnicos psiquiátricos”. In: Jornal do Médico, Vol. LXXX, Nov. 1972, pp. 483-92.

   14. 1973 a) “Relatório do II Congresso Mundial de Psiquiatra Social”. In: Saúde Mental, Jan.-Mar.-1973, pp. 43-47.

   15. 1973 b) “Relatório do VII Symposium sobre Alcoolismo e Toxicodependências” III Symposium de Musicoterapia, II Symposium sobre o uso de Ecoencefalografia em Neurologia e Psiquiatria e II Congresso de Clubes de Alcoólicos” In: Saúde Mental, Out.-Dez.-1973, pp.27-30.

   16. 1974 a) “A formação de psiquiatras” – “A formação de especialistas em psiquiatria”, (painel organizado pela Classe de Psiquiatria da Soc. Port. de Neurologia e Psiquiatria. In: O Médico, Vol. LXXIII, (1208), pp 171-85.

   17. 1974 b) (em col. com Margarida de Melo) – “Proposition d’un schéma d’assistance pour les alcooliques des municipalités  de Lisbonne, Sintra et Cascais, base sur l’étude de la population alcoolique d’une infirmerie pour maladies aigus d’un Hôpital Psychiatrique de Lisbonne  – Portugal“. In: Alcoolisme, Vol.X, (12), pp.42-46.

   18. 1975 a) (em col. Com Margarida de Melo, A. Assunção, M. Cerveira, S. Neves e M. Antunes) – “A study of the evolution of a ward for acute patients in a custodial hospital in Lisbon and the essays for its activation”. In: Alcoholism, Vol. XI, (11), pp. 33-71.

   19. 1975 b) “Relatório do Encontro Internacional sobre Psicoterapia Grupanalítica“. In: “Saúde Mental”, Ou.-Dez.-1975.

   20. 1976 a) – “Alocução presidencial”. In: Colectânea de trabalhos apresentados no I Congresso Nacional de Psiquiatria Social, pp. 29-34.

   21. 1976 b) – “A formação post-graduado em Psiquiatria Comunitária”. In: Colectânea de trabalhos apresentados no I Congresso Nacional de Psiquiatria Social, Lisboa, pp. 73-78.

   22. 1976 c) “A organização da assistência psiquiátrica (Perspectivas actuais e futuras)”. In: Colectânea de trabalhos apresentados no I Congresso Nacional de Psiquiatria Social, pp.207-314.

   23. 1976 d) “Alcoholism in Portugal”. In: International Journal of Mental Health, (Ed.) Int. Act. and Sciences Press, Vol. 5, (1), pp.63-73.

   24. 1977 a) “A carreira futura do grupanalista”. In: Grupanálise, IIª Série, (2), 11 páginas não numeradas.

   25. 1977 b) – “Transferência e neurose de transferência em Grupanálise”. In: Grupanálise, II série, (2), 13 páginas não numeradas.

   26. 1980 a) “La sociologie de l’Hôpital Psychiatrique – la problématique au Portugal“. In: Mediterranean Journal of Social Psychiatry, Vol. I, (1), pp. 58-64.

   27. 1980 b) “Significado sociológico da noção de “Urgência” em Psiquiatria e suas perspectivas de evolução futura”. In: Colectânea de trabalhos do I Symposium em “Emergências em psiquiatria, pp.338-345.

   28. 1980 c) “Transference and transference neurosis in group-analysis” in Group Analysis, Vol. XIII (2), Agosto 1980, pp.93-99 (Referido por Lubin, B. and Lubin, A em Comprehensive index of Group Psychotherapy Writings. (Ed.) Int. University Press, USA: NY:Madison.

   29. 1981 – “Evolution et perspectives futures de la Psychiatrie Social au Portugal” in “Mediterranean Journal of Social Psychiatry “. Vol. II, (1), pp. 48-56.

   30. 1982 a) “ Editorial “. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IIª Série, p. 3.

   31. 1982 b) “Aken’aten: ensaio para o estudo psicológico dum faraó”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IIIª Série, pp. 25-32.

   32. 1983 a) (em colaboração com A. C. Soares) – “Conceptions Sociales de la Maladie Mentale dans la commune de Bilas”. In: Psychologie Médicale, Nº 14-15, pp.2346 – 2349.

   33. 1983 b) “Critères de la notion de normalité“. In: Perspectives Psychiatriques, Vol. V, (94), pp. 335-340.

   34. 1987 a) “Os Serviços de Saúde Mental em Portugal: as estruturas intermediárias” em “Os serviços de Saúde Mental Saúde Mental: passado, presente e futuro”. In: Colectânea dos trabalhos apresentados no Encontro Anual da Sociedade de Psiquiatria Social, Lisboa, pp. 45-62.

   35. 1987 b) “A formação de técnicos de Saúde Mental em Psiquiatria Social”. In: Revista Portuguesa de Saúde Pública, Nº 3-4 – Jul.-Dez., pp.???

   36. 1988 a) ”Editorial”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IVª Série, (1), Out.-1988, pp. 5-6.

   37. 1988 b) “Perspectivas actuais da Grupanálise”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IVª Série, (1), Out.-1988, pp. 23-38.

   38. 1988 c) “Teoria dinâmica geral e metateoria – algumas reflexões críticas”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IVª Série, (1), Out.- 1988, pp. 61-76.

   39. 1990 a) “Editorial”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IVª Série, (2), Jan.-1990, pág. 5

   40. 1990 b) “Terapia de Grupo – Grupanálise: sua evolução e perspectivas de futuro em Portugal e no contexto internacional”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IVª Série, (2), Jan.-1990, pp. 7-20.

   41. 1990 c) “D. Sebastião: estudo da sua personalidade – A interacção entre o Rei e a Nação”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IVª Série, (2), Jan.1990, pp. 63-76.

   42. 1990 a) “Borderline syndromes and disability”. In Dynamic Psychiatry Books, Munich, 1990, pp. 14-24.

   43. 1990 b) “Alocução presidencial” em “Psiquiatria Social: investigação básica e aplicada”. In “Colectânea dos trabalhos apresentados neste Symposium “Psiquiatria Social: investigação básica e aplicada”, pp. 7-8.

   44. 1992 a) ”Alocução de boas vindas”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, IVª Série (3), Agosto-1992, pp. 13-16.

   45. 1992 b) “A matriz grupanalítica”. In: Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise IVª Série, (3), Agosto-1992, pp.45-56.

   46. 1994 a) “Terapêuticas institucionais e Reabilitação” in Colectânea de trabalhos da I Conferência sobre Reabilitação e Comunidade, pp. 105-116.

   47 1994 b) (em colaboração com M. J. Heitor dos Santos, J. Senfelt, A. Cardoso, M. L. Santos) “Criação duma estrutura residencial na comunidade para doentes psiquiátricos de evolução prolongada”. In: Acta Médica Portuguesa, IIª Série, (7), Abril, pp. 267-271.

   48. 1994 c) “Contributions of the dynamic point of view for Social Psychiatry”. In Dynamic Psychiatry (Munich) Vol. 148-149, pp. 376-380.

   49. 1996 – “Sonhos, psicanálise e grupanálise”. In: Cem anos depois do estudo dos sonhos. (Ed.) Universidade Lusófona e CEP, pp. 21-31.

   50. 1999 – “A personality disorders program centered on group psychotherapy”. In: Dynamic Psychiatry (Munich) Books 5/6, pp. 370-384.

   51 2000 – “A Grupanálise no dealbar do séc. XXI”. In: Revista Portuguesa de Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, Nº 2, Inverno de 2001, pp. 9-16

   52 2001 – “Comunicação, psicanálise e os media”. In: Revista Portuguesa de Grupanálise, Nº 3, Outubro de 2001, pp. 9-16.

   53. 2002 – “Crescimento, criação, celebração nos grupos”. In: Revista Portuguesa de Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, Nº 4, Verão de 2002, pp. 24-31.

   54. 2004 – “O problema e a procura duma metateoria em Grupanálise”. In: Revista Portuguesa de Grupanálise, Ano de 2004, pp. 17-30.

   55. 2005 “Interpretação em Grupanálise”. In: Revista Portuguesa de Grupanálise, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise Ano de 2005, pp. 70-79.

   56. 2006 a) “Grupanálise e Psicoterapia Analítica de grupo”. In: Grupanálise on line, (Ed.) Sociedade Portuguesa de Grupanálise, Ano IV – Nº 4, 2006, pp. 5-7, www.grupanalise.pt.

   57. 2006 b) “The importance of S. H. Foulkes in the development of group-analysis and group psychotherapy in Portugal”. In Mesa Redonda: Obras completas, de S. H. Foulkes, organizado por Juan Campos (Espanha) in VII Congreso Virtual de Psiquiatria – www.psiquiuatria.com/Congreso/ 2006/psicologia/artículos/25072.

   58. 2011 – Entrevista dada à Sociedade Portuguesa de Grupanálise sobre a sua carreira profissional, como psiquiatra, grupanalista e psiquiatra social e sobre o modo como vê a grupanálise e a sua evolução desde que começou a trabalhar neste campo, que foi publicada em anexo do número dessa revista publicada no referido ano.

   59. 2012 – a) “Group-analytic psychotherapy (with psychotic, borderline and narcissistic organizations in institutions: the establishment of an intervention program” –a ser publicado muito em breve na  Revista: Dynamic Psychiatry.

   60. 2012 – b) “Psicanálise e psicoterapias: as diferentes escolas e perspectivas de intervenção: abordagens individuais e em grupo” a ser publicado na Revista “Janelas abertas” (APSI).

   61. 2012 – c) Entrevista conduzida por um jornalista sobre a sua actividade clínica, particularmente, nos aspectos ligados às psicoterapias analíticas e à psiquiatria social, no contexto global da sua carreira médica e psiquiátrica, publicada igualmente na Revista Janelas Abertas da (APSI).

Lisboa, 12 de Fevereiro de 2020

Mário David e Isaura Manso Neto