BIB

Livros

Os livros podem ser consultados na sede da Sociedade Portuguesa de Grupanálise e Psicoterapia Analítica de Grupo

Akeret, R. U. (1995). Tales from a Traveling Couch. 1ª Edição. New York . London. Ed: W.W. Norton & Company.

Aberastury, Arminda & Knobel, Maurício (1970/1981). Adolescência Normal. Um enfoque psicanalítico. São Paulo. Ed: ARTMED.

Bayen, F. (1974). Psicanálise. Ed: Cap.

Bayle, Filomena (2006). À volta do nascimento. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Balint, E. Norell J. S. (s. d. /1995). Seis Minutos para o Doente. Interacções na Consulta de Clínica Geral. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Bastos, Susana Pereira (1997). O Estado Novo e os Seus Vadios. Contribuição para o Estudo das Identidades Marginais e da Sua Repressão. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Publicações Dom Quixote.

Bateman, A. & Holmes, J. (1997/1998). Introdução À Psicanálise. Teoria e prática contemporâneas. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi.

Bergeret, J. (1996/2000). A Personalidade normal e patológica. Manuais Universitários 2. Edição revista. 3ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Bettelheim, Bruno (1954/1979). Feridas Simbólicas. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Moraes.

Bleichmar, Sílvia (1984/1993). Nas Origens do Sujeito Psíquico. Do Mito à História. 2ª Edição. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Bleichmar, Sílvia (1993/1994). A Fundação do Inconsciente. Destinos de Pulsão, Destinos do Sujeito. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Bloch, Sidney (1979/1999). Uma introdução às psicoterapias. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Braconnier, Alain (1998/2000). Psicologia dinâmica e psicanálise. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Branco, Jorge & Alves Gomes, A. – Coordenadores. (1994). O Médico de Família e a Saúde Mental. Lisboa. Ed: Edições Especiais.

Caper, Robert (1988/1990). Fatos Imateriais. A Descoberta de Freud da Realidade Psíquica e o Desenvolvimento Kleiniano do Trabalho de Freud. Rio de Janeiro. Ed: Imago.

Caper, Robert (>1985). Immaterial Facts. Freud’s Discovery of Psychic Reality and Klein’s Development of His Work. London. Ed: Jason Aronson Inc.

Cerveny, C. M. O. Berthoud, C. M. E. et Col. (1997). Família e Ciclo Vital. Nossa realidade em pesquisa. São Paulo. Ed: Casa do Psicólogo.

Chopra, Deepak (1993/1995). Corpo sem Idade mente sem Fronteiras. Lisboa. Ed: Rocco.

Chopra, Deepak (1993/1995). Corpo sem Idade mente sem Fronteiras. Lisboa. Ed: Rocco.

Cornaton, Michel (s. d./1979). Grupos e Sociedade. Lisboa. Ed: Veja. (2)

Cortesão, E. L. (1989). Grupanálise. Teoria e Técnica. Lisboa. Ed: Fundação Calouste Gulbenkian._DSC6499

Cortesão, E. L. (2004). Um Psiquiatra na Revolução. 2ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Dellaert, R. Carp, E. A. D. E. (1956). Nouvelles Orientations de la Psychiatrie Infantile. Paris. Ed : Emmanuel Vitte.

Dias, Carlos Amaral (2004). Costurando as Linhas da Psicopatologia Borderline (estados-limite). 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi. (2)

Dias, Carlos Amaral (2005). Freud para além de Freud. Vol II. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Dor, Joël (s. d./1993). A-Cientificidade da Psicanálise. Tomo 1. A Alienação da Psicanálise. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Eiguer, Alberto (1997/1999). Pequeno Tratado das Perversões Morais. 1ª Edição. Lisboa. Ed : Climepsi.

Etchegoyen, R. H. (s. d./1989). Fundamentos da Técnica Psicanalítica. 2ª Edição. Porto Alegre. Ed : Artes Médicas.

Fenichel, Otto (s. d./1953). La Théorie Psychanalytique de Névroses. 1re Édition. Paris. Ed: PUF.

Filipe, E. M. C. (2000). Reflexões Pontuais sobre Grupanálise, Psicanálise e Música. (30)

Flores, Teresa (2005). Narcisismo e feminilidade. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Fonseca, António Manuel (2005). Desenvolvimento humano e envelhecimento. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Foulkes. S.H. (1964/1970). Grupo-Análise Terapêutica. Ed: Publicações Europa América.

Foulkes. S.H. & Anthony, E. J. (1957/1969). Psichothérapie de Groupe. Paris. Ed : Epi.

Foulkes. S.H. & Anthony, E. J. (s. d. /1964). Psicoterapia Psicoanalítica de Grupo. 1ª Edição. Buenos Aires. Ed: Paidos.

Fromm, Erich (1959/1969). A Missão de Freud. 2ª Edição. Rio de Janeiro. Ed: Zahar.

Glantz, Meyer & Pickens, Roy (1992/1993). Vulnerability to Drug Abuse. 2ª Edição. Washington, DC. Ed: American Psychological Associatuon.

Green, André (1997/2000). As Cadeias de Eros. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Grinberg, Jay, R. & Mitchell Stephen A. (1983/2003). Relações de Objecto na Teoria Psicanalítica. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Grinberg, Léon (1976/2001). Teoria da identificação. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Grinberg, Léon (2000). Culpa e Depressão. Lisboa. Ed: Climepsi.

Grinberg, Léon & Grinberg, Rebeca (1976/1998). Identidade e Mudança. Lisboa. Ed: Climepsi. (2)

Grotstein, James S. (1999). O Buraco Negro. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Guimón, José (2002). Introdução às Terapias de Grupo. Teorias. Técnicas e programas. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi.

Haar, Michel (1979/ 1981). Introdução à Psicanálise Freud. Lisboa. Ed: Edições 70.

Habib, Michel (1989/2000). Bases Neurológicas dos Comportamentos. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Haynal, André; Pasini, Willy & Archinard, Marc (1978/1998). Medicina Psicossomática. Perspectivas psicossociais. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Hofstätter, P. R. (1957/1971). Dinâmica de Grupos. Análise da Psicologia de Massas. 1ª Edição. Rio de Janeiro. Ed: Bloch.

Hopkins, J. & Savile, A. (1992/1995). Psicanálise, Mente e arte. São Paulo. Ed: Papirus.

Huber, Winfrid; Piron, Herman & Vergote, Antoine (s. d. >1964). A Psicanálise. Ciência do Homem. De Freud aos Nossos dias. Lisboa. Ed: Livros do Brasil.

Kaës, René (1999/2003). As teorias psicanalíticas de grupo. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Kaplan, Harold I. & Sadock, Benjamin J. (1993). 3ª Edição. Comprehensive Group Psychotherapy. USA. Ed: Williams & Wilkins.

Kernberg, Otto (1984/1995). Transtornos graves de Personalidade. Estratégias Psicoterapeuticas. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Kernberg, Otto (1992/1995). Agressão nos Transtornos de Personalidade e nas Perversões. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Klein, F. & Debray, R. (1975/1976). Psicoterapia Analítica da Criança. Rio de Janeiro. Ed: Zahar.

Kohut, Heinz (1977/1988). A Restauração do Self. Rio de Janeiro. Ed: Imago.

Kohut, Heinz (1977/1989). A Psicologia do Self. Rio de Janeiro. Ed: Imago.

Kubie, Lawrence S. (s. d./1966). Teoria e Prática da Psicanálise. Lisboa. Ed: Livros do Brasil.

Laia, M. Roque (1995). Guia das Assembleias Gerais. 9ª Edição. Porto. Ed: Elcla.

Leal, M. R. M. (1985). Introdução ao Estudo dos Processos de Socialização Precoce da Criança. Lisboa. Ed: de Autora. (2)

Leal, M. R. M. (1993). Psychotherapy as Mutually Contingent Intercourse. Porto. Ed: APPORT. (6)

Leal, M. R. M. (1994). Grupanálise. Um percurso. 1963 – 1993. Lisboa. Ed: Sociedade Portuguesa de Grupanálise. (46)

Leal, M. R. M. (1994). Personalidade Integrada e a Escola de Todos. Lisboa. Ed: Associação de Pedagogia Infantil. Escola Superior de Educadores da Infância Maria Ulrich. (2)

Leal, M. R. M. (1997). A Grupanálise. Processo Dinâmico de Aprendizagem. Lisboa. Ed: Fim de Século.(51)

Leal, M. R. M. (1997). A Grupanálise. Os Processos de Transformação. Lisboa. Ed: Sociedade Portuguesa de Grupanálise. (3)

Leal, M. R. M. (1999). A Psicoterapia como Aprendizagem. Um Processo dinâmico de Transformação. Lisboa. Ed: Fim de Século.

Leal, M. R. M. & Garcia, R. M. B. (1997). O Processo de Hominização. Bios Transforma-se em Psiche. Lisboa. Ed: Associação de Pedagogia Infantil. Escola Superior de Educadores da Infância Maria Ulrich. (2)

Lomas, Peter (1987/1990). The Limits of Interpretation. 1ª Edição. Norrthvale, New Jersey, London. Ed: Jason Aronson Inc.

Malpique, Celeste (2003). O fantástico mundo de Alice. Estudos sobre a puberdade feminina. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Marcelli, Daniel (1982/2005). Infância e psicopatologia. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Marcuse, Ludwig (1930-40, s. d.). Freud e a psicanálise. Lisboa. Ed: Livros do Brasil.

Matos, Coimbra (2001). A Depressão: Episódios de um Percurso em Busca do Seu Sentido. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi. (2 exemplares)

Matos, Coimbra (2002). A Adolescência. O triunfo do pensamento e a descoberta do amor. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi.

Matos, Coimbra (2002). O Desespero. Aquém da depressão. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi. (2)

Matos, Coimbra (2002). Psicanálise e Psicoterapia Psicanalítica. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi.

Matos, Coimbra (2003). Mais Amor Menos Doença. A Psicossomática revisitada. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi.

Matos, Coimbra (2004). Saúde Mental. 1ª Edição, Lisboa. Ed: Climepsi.

Meyer, Luiz (s. d. /1987). Familia Dinámica e Terapia. Lisboa. Ed: Salamandra.

Mijolla, A. & Mijolla-Mellor, S. (1999/2002). Psicanálise. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi. (2)

Miller de Paiva, L. (1985 / 1987). Técnica de Psicanálise. “Bricolage” e Filigranas. Rio de Janeiro. Ed: Imago.

Miller de Paiva, L. (1990). Psychosomatic Psychiatry. Vol. I. Brasil. Ed : Garatuja.

Miller de Paiva, L. (1990). Psychosomatic Psychiatry. Vol. II. Brasil. Ed : Garatuja.

Miller de Paiva, L. (1991). Psicanálise de Grupo. Grupanálise Combinada, Psicoterapia Analítica de Grupo e Co-Terapia. Rio de Janeiro. Ed: Imago. (2)

Miller de Paiva, L. & Paiva N. da Silva, A. M. A. (1994). Medicina Psicossomática. (Psicopatologia e Terapêutica). 3ª Edição. São Paulo. Ed: Artes Médicas.

Miranda, C. L. (1993/1994). O Parentesco Imaginário. São Paulo. Ed: Cortez.

Mondimore, Francis Mark (1999/2003). Perturbação Bipolar – guia para doentes e suas famílias. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Moreno, J. L. (1966). The International Handbook of Group Psychotherapy. New York. Ed: Philosophical Library.

Napier, A. Y. & Whitaker, C. A. (1978). The Family Crucible. New York, Hagerstown, San Francisco, London. Ed: Harper & Row.

Nava, Ana S. (2003). O Cérebro apanhado em flagrante. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Nava, Ana S. (2006). Na Sala dos Espelhos. Empatia, Psicoterapia e Grupanálise. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Neto, Abílio (1996). Código Civil Anotado. 10ª Edição Actualizada. Lisboa. Ed: Ediforum.

Neumann, E. (1968 / 1995). História da Origem da Consciência. 10ª Edição. São Paulo. Ed: Cultrix.

Nunberg, Herman (1955/1968). Principles of Psychoanalysis. Their Applications to the Neurosis. 3ª Edição. New York. Ed: International Universities Press, Inc.

Oldham, John M. & Liebert, Robert, S. (!989). The Middle Years. London. Ed: Yale University Press.

Olievenstein, Claude (1987/1990). A Clínica do Toxicómano. A Falta da Falta. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Oliveira Júnior, J. F. (Org) (1997). Grupoterapia. Teoria e Prática. Brasil. Ed: Quick Press.

Osório, L. C. (1996). Família Hoje. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Osório, L. C. (1996). O Enigma da Esfinge. O Ponto de Vista Evolutivo em Psicanálise. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Osório, L. C. (1996). O futuro da psicanálise e outros ensaios correlatos. Porto Alegre. Ed: Mercado Aberto.

Osório, L. C. (1993). Psicologia grupal. Uma nova disciplina para o advento de uma era. São Paulo. Ed: Artmed.

Osório, L. C. & Colaboradores (1986/1989). Grupoterapia Hoje. 2ª Edição. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas. (5)

Peake, T. H., Borduin, C. M. & Archer, R. P. (1988). Brief Psychotherapies. Changing frames of mind. 1ª Edição. USA. Ed: Sage.

Pelosi, R. M. (1997). Analista, Ma Non Troppo. A Clínica Analítica Pensada a Partir da Prática. 1ª Edição. São Paulo. Ed: Unesp.

Pereira, Isabel Margarida (2003). Psicanálise de uma criança. Uma visão clínica de um caso de autismo secundário. Lisboa. Ed: Fim de Século.

Pikunas, J. (s. d. / 1979). Desenvolvimento Humano. 3ª Edição. São Paulo. . Ed: McGraw-Hill.

Powdermaker, F. B. & Frank, J. D. (1953). Group Psychotherapy. Studies in Methodology of Research and Therapy. Cambridge, Massachusetts. Ed: Harvard University Press.

Querolim Neto, L. (1989). A Face Oculta da AIDS. 2ª Edição. Rio de Janeiro. Edição de Autor.

Rutan, J. S. & Stone, W. N. (1993). Psychodynamic Group Psychotherapy. 2ª Edição. New York London. Ed: Guilford Press.

Santos, M. M. G.; Ferro, Sara; Leal, M. R. M.; Vinagre, C. & Keating, M. (1997). A Grupanálise: Processos de Transformação. Lisboa. Ed: S.P.G. (2 exemplares)

Sayers, J. (1991/1992). Mães da Psicanálise. Helene Deutsch. Karen Horney. Anna Freud. Melanie Klein. Rio de Janeiro. Ed: Jorge Zahar.

Sandler, J. & Colaboradores (1987 /1990). Da Segurança ao Superego. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Savage, J. A. (1989 / 1995). Vidas Não Vividas. O sentido Psicológico da Perda Simbólica e da Perda Real na Morte de um Filho. 10ª Edição. São Paulo. Ed : Cultrix.

Schützenberger, A. A. (196? / 1970). Précis de Psychodrame. 2ª Edição. Paris. Ed: Éditions Universitaires.

Slavson, S. R. (1958). Child – Centered Group Guidance of Parents. New York. Ed: International Universities Press, Inc.

Solié, P. (1961). Médecine et Homme Total. Paris. Ed : La Colombe.

Spence, Donald P. (1987 / 1992). A Metáfora Freudiana. Para Uma Mudança Paradigmática na Psicanálise. Rio de Janeiro. Ed: Imago.

Stafford-Clark, D. (1965 / 1967). Introduccion al Psicoanalisis. 1ª Edição. Barcelona. Ed: Ediciones de Cultura Popular.

Strongman, Kenneth T. (1996/2004). A Psicologia da emoção. 2ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Symington, N. (1986 / 1999). A Experiência Analítica. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Symington, N. & Symington, J. (1997 / 1999). O Pensamento Clínico de Wilfred Bion. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Rothgeb, Carrie L. (1984). Sigmund Freud. Resumo das Obras Completas. Rio de Janeiro. Ed: Livraria Athneu.

Sá, Filipe (2003). Psicoterapia analítica de grupo com crianças no período de latência. Lisboa. Ed: Climepsi.

Stern, Daniel N. (2004/2006). O Momento Presente na psicoterapia e na vida de todos os dias. Lisboa. Ed: Climepsi.

Tierno, B. (1992/1996). Adoslescentes. As 100 Perguntas Essenciais. Lisboa. Ed: Temas da Actualidade.

Tyson, P. & Tyson R. (1990/1993). Teorias Psicanalíticas do Desenvolvimento. Uma Integração. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

Valada, Rui (1996). Breve Guia das Assembleias Gerais das Sociedades Anónimas. Lisboa. Ed: Presença.

Wells, Adrian (2000/2003). Perturbações emocionais e metacognição. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Widlöcher, Daniel (1995/2001). As lógicasda Depressão. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Winnicott, D. W. (1972/1991). Holding e interpretação. 1ª Edição. São Paulo. Ed: Martins Fontes.

Zimerman, David E. (1993). Fundamentos Básicos das Grupoterapias. Poro Alegre. Ed: Artes Médicas.

Zimerman, David E. & Osório, L. C. & Colaboradores (1997). Como Trabalhamos com Grupos. Porto Alegre. Ed: Artes Médicas.

revRevistas

A consulta das revistas é feita na sede da Sociedade Portuguesa de Grupanálise e Psicoterapia Analítica de Grupo

ABPAG – Revista da Associação Brasileira de Psicoterapia Analítica de Grupo. (1996)Vol. 5. São Paulo. Ed: Lemos Editorial & Gráficos Ltda. (2 exemplares)

Boletim Clínico. Clínica Psicológica “Ana Maria Poppovic” (1997). Vol II. São Paulo. Ed: Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Boletim Informativo – Secção de Grupo-Análise Junho de 1967. Nº1. Lisboa. Ed: Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria. (4)

Group analysis. International Panel and Correspondence. Vol I, Nº1 November 1967. London. Ed: Pergamon. (2)

Group analysis. International Panel and Correspondence. Vol I, Nº2 June 1968. London. Ed: Pergamon.

Group analysis. International Panel and Correspondence. Vol I, Nº3 February 1969. London. Ed: Pergamon.

Group analysis. International Panel and Correspondence. Vol 2, Nº1 June 1969. London. Ed: Pergamon.

Group analysis. International Panel and Correspondence. Vol 2, Nº2 October 1969. London. Ed: Pergamon.

Group analysis. International Panel and Correspondence. Vol III, Nº1 May 1970. London. Ed: Pergamon. (2)

Group analysis. International Panel and Correspondence. Vol III, Nº2 August 1970. London. Ed: Pergamon.

Group analysis. 4/1 April 1971. London. Ed: Chaucer. (40)

Group analysis. VII/3 November 1974. London. Ed: Figaro. (2)

Group analysis. VIII/1 February 1975. London. Ed: Figaro. (2)

Group analysis. VIII/2 May 1975. London. Ed: Figaro. (2)

Group analysis. VIII/3 October 1975. London. Ed: Figaro. (2)

Group analysis. 1X/1 March 1976. London. Ed: Figaro. (2)

Group analysis. XV/1 April 1982. London. Ed: Trust for Group Analyses on behalf of the Group- Analytic Analysis.

Group analysis. 7th S. H. Foulkes Annual Lecture. XVI/2 August 1983. London. Ed: Harold Behr.

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 35. Nº 1. March 2002. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 35. Nº 2. June 2002. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 35. Nº 3. September 2002. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 35. Nº 4. December 2002. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 36. Nº 1. March 2003. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 36. Nº 3. September 2003. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 36. Nº 4. December 2003. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 38. Nº 2. June 2005. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 38. Nº 3. September 2005. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 38. Nº 4. December 2006. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 39. Nº 1. March 2006. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 39. Nº 2. June 2006. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 39. Nº 3. September 2006. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 39. Nº 4. December 2006. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group analysis. The Journal of Group Analytic Psychotherapy. Vol. 40. Nº 1. March 2007. SAGE Publications for The Group-Analytic Society (London).

Group-Analytic Contexts. International Newsletter of the Group-Analytic Society. Nº28. June 2005. London. Group-Analytic Society.

Group-Analytic Contexts. International Newsletter of the Group-Analytic Society. Nº35. March 2007. London. Group-Analytic Society. (2)

Grupal. Revista da Federação Latino-Americana de Psicoterapia Analítica de Grupo. Nº 1. (1991). São Paulo. Ed: IMS.

Grupanálise (1976). Nº 1. Lisboa. Ed: Secção de Grupanálise da Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria. (5)

Grupanálise (1977). Nº 2. Lisboa. Ed: Secção de Grupanálise da Sociedade Portuguesa de Neurologia e Psiquiatria. (3)

Grupanálise (1988). Nº 1, Outubro. Lisboa. Ed: Artes Gráficas. (7)

Grupanálise (1990). Nº 2, Janeiro. Lisboa. Ed: Artes Gráficas.

Grupanálise (1992). Nº 3, Agosto. Lisboa. Ed: Minigráfica, C.R.L.

Grupanálise (1992). Nº 4, Dezembro. Lisboa. Ed: Minigráfica, C.R.L.

Grupanálise (1994). Nº 5, Setembro. Lisboa. Ed: Minigráfica, C.R.L.(2)

Letra Freudiana (1996). O Ato Analítico. Ano XV, Nº 16. Rio de Janeiro. Ed: Revinter.

National Psychological Association for Psychoanalysis (1961-1962). New York. Ed: NPAP.

PsiLogos – Revista do Serviço de Psiquiatria do Hospital Fernando Fonseca (2006). Vol. 1, Nº 1, Julho de 2004. Lisboa. Ed: Serviço de Psiquiatria do Hospital Fernando Fonseca.

PsiLogos – Revista do Serviço de Psiquiatria do Hospital Fernando Fonseca (2006). Vol. 3, Nº 2, Dezembro de 2006. Lisboa. Ed: Serviço de Psiquiatria do Hospital Fernando Fonseca

Revista da Associação de Psicoterapia Analítica de Grupo (1995). Vol. 4. São PauloEd: Lemos. (3)

Revista da Associação de Psicoterapia Analítica de Grupo (1996). Vol. 5. São PauloEd: Lemos. (2)

Revista de Grupanálise. (1982) III Série, nº1. Lisboa. Ed: Sociedade Portuguesa de Grupanálise. (3)

Revista Portuguesa de Grupanálise. Nº 1. Inverno de 2000. Lisboa. Ed: Fim de Século. (6)

Revista Portuguesa de Grupanálise. Nº 2. Outono de 2000. Lisboa. Ed: Fim de Século.

Revista Portuguesa de Grupanálise. Nº 3. Outono de 2001. Lisboa. Ed: Fim de Século.

Revista Portuguesa de Grupanálise. Nº 4. Verão de 2002. Lisboa. Ed: Fim de Século.

Revista Portuguesa de Grupanálise. Nº 5. Primavera de 2003. Lisboa. Ed: Fim de Século.

Revista Portuguesa de Grupanálise. (2004) Lisboa. Ed: Fim de Século.

Revista Portuguesa de Grupanálise.(2005) Lisboa. Ed: Fim de Século.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (1991). Nº 2. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (1993). Nº 4. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (1993). Nº 5. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (1995). Nº 10. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (1996). Nº 11. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (1997). Nº 12. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (1997). Nº 13. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (2002). Nº 16. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (2003). Nº 17. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (2004). Nº 18. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (2004). Nº 19. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (2005). Nº 20. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (2006). Nº 21. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Pedopsiquiatria. (2007). Nº 22. Ed: Associação Portuguesa de Pedopsiquiatria.

Revista Portuguesa de Psicossomática. Vol. 1. Nº1. Jan/Jun 1999. Separata. Leal, M. R. M. L. Misterioso Salto ou Mente Incorporada?

Séculos XX e XXI. O que permanece e o que se transforma. (1993). Nº II – Actualização em Medicina Psicossomática. São Paulo. Ed: Lemos. (2)

Séculos XX e XXI. O que permanece e o que se transforma. O Novo Paradigma (s.d. >1993). Nº III – Actualização em Medicina Psicossomática e Psicoterapia. São Paulo. Ed: Loyola.

Séculos XX e XXI. O que permanece e o que se transforma. Nº VIII – Os Mutantes do Terceiro Milénio. (s.d. >1996). Bela Vista. Ed: Lemos.

Pinto, Teresa S. & Salgado, Francisco (2001 a 2003) Separata de Revista Portuguesa de Grupanálise, nº3, 4 e 5: História da Grupanálise em Portugal.

LivDicionários

Os dicionários estão disponíveis para consulta na Sociedade Portuguesa de Grupanálise e Psicoterapia Analítica de Grupo

Doron, Roland & Parot, Françoise (1991/2001). Dicionário de Psicologia. 1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.

Houzel, Didier; Emmanuelli, Michèle & Moggio, Françoise (2000/2004). Dicionário de Psicopatologia da Criança e do Adolscente.1ª Edição. Lisboa. Ed: Climepsi.