GTA Psicoterapia Grupanalítica

Cada vez mais os técnicos de saúde mental são chamados a conduzir grupos em contextos institucionais, clínicos e educativos.

Possuindo as mesmas bases teóricas da grupanálise, a psicoterapia grupanalítica tem métodos mais simples e orientados para uma eficácia mais imediata. É por isso geralmente mais curta e com sessões mais espaçadas, por norma uma sessão semanal. Tem assim um campo de aplicação mais vasto, nomeadamente nas instituições, onde tradicionalmente se consideravam as abordagens analíticas pouco aplicáveis.

O ritmo menor, para além do controlo do nível de transferência, possibilita simultaneamente uma continuidade no processo e uma reorganização interna do paciente entre sessões. Naturalmente, tratando-se de uma terapia analítica, não é focada nos sintomas, procurando aumentar o grau de desenvolvimento, a maturidade e a resistência. Apesar do dispositivo e da técnica mais suave, o paciente deve ter um certo grau de resistência à frustração que um método dirigido à compreensão interna sempre acarreta. Não sendo a remissão sintomática um objectivo em si ela é, no entanto, uma consequência natural do processo terapêutico.

O terapeuta limita a transferência, centrando-se no material mais significativo, confinando também a regressão dos pacientes, sobretudo os de ego mais frágil ou rígido. A relação estabelecida com o grupo e o terapeuta é sobretudo mediada por factores do processo secundário. A sua atitude é, de um modo geral, mais gratificante, mais activa e mais centrada sobre o real do que na grupanálise. A ansiedade é mantida em valores toleráveis pela maioria dos pacientes.

Na psicoterapia analítica de grupo trabalha-se numa relação transferencial de grupo em que se experimentam afectos relacionados com os conflitos infantis e o analista procura elucidar a natureza das atitudes dos participantes. O propósito é melhorar o auto-conhecimento e a promoção de algum grau de mudança da personalidade. A neurose de transferência não é desejável pois a sua resolução exige um setting diferente. No entanto oferece-se a possibilidade de transformação almejada por uma parte muito significativa dos pacientes que procuram ajuda.